Início Artigos Agricultura de precisão com a Internet das Coisas

Agricultura de precisão com a Internet das Coisas

Por Marcus Vinicius Rocha
0 comentário

A crescente demanda por alimentos somada aos inúmeros desafios do campo fez com que o setor buscasse o aprimoramento das técnicas utilizadas, e com a ajuda da tecnologia criou-se a agricultura de precisão. O método tem levado cada vez mais inovações para o campo, gerando inúmeros benefícios, como otimização das atividades e elevação da produtividade rural.

Na agricultura de precisão o campo é gerido metro a metro, a partir de informações precisas sobre o solo, umidade, temperatura, luz e etc. Desta maneira os insumos são aplicados em quantidade adequada no lugar e no momento correto. O método exige um alto grau de especialização e de profissionalismo por parte do produtor rural.

A introdução da internet das coisas no campo tende a aumentar os benefícios da agricultura de precisão, tornando as fazendas verdadeiramente inteligentes. Com a ajuda de sensores é possível automatizar o sistema de irrigação e monitorar as condições do campo à distância, por exemplo.

IoT no Agronegócio  

As culturas agrícolas necessitam de grandes quantidades de água, por isso é imprescindível o manejo adequado para evitar o desperdício. Com a ajuda de sensores posicionados no solo ó possível automatizar a irrigação para que apenas as áreas que apresentem demanda sejam irrigadas pelo tempo necessário, otimizando o trabalho, a energia e os recursos.

Proprietários de grandes fazendas de gado podem utilizar aplicativos de IoT sem fio para coletar dados sobre a localização, bem-estar e saúde de seus bovinos. Essas informações ajudam na identificação de animais doentes, para que possam ser separados do rebanho, impedindo a propagação de doenças. Os fazendeiros também podem localizar seu gado com a ajuda de sensores baseados na IoT, até mesmo o monitoramento de vacas prenhas já pode ser realizado de maneira exclusiva.

O uso de drones agrícolas também é um bom exemplo de como as novas tecnologias ganharam espaço no campo. O equipamento tem sido utilizado para ajudar no monitoramento da saúde das culturas, na irrigação, na pulverização, no plantio e análise do solo e do campo.

Graças ao uso de GPS integrado, os drones aéreos e terrestres se tornaram grandes aliados para realizar o diagnóstico da lavoura de maneira mais ágil. De maneira automatizada o equipamento coleta os dados importantes e retorna para o mesmo lugar de partida, sem que seja necessário ao agricultor percorrer quilômetros dentro de talhões. 

Outra vantagem da IoT no campo é a criação de estufas inteligentes, que não precisam de intervenção humana. Com a instalação de diferentes sensores o sistema autônomo da estufa realiza o controle da luz, água e de ventilação. Os dados são enviados para um servidor na nuvem permitindo o acesso e os ajustes quando necessários.

A tecnologia que permitiu a criação das cidades inteligentes também está possibilitando o desenvolvimento das fazendas inteligentes. Com mais dados sobre o seu negócio, o homem do campo está aumentando a produtividade das culturas ao mesmo tempo que trabalha de maneira mais sustentável. A IoT está cada vez mais inserida no agronegócio, contribuindo para aumentar a competividade dos pequenos aos grandes agricultores.

Referências: IoT for All, Agrolink, Afnews

Você também pode gostar desses...

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceito", você concorda com o nosso uso dos cookies e tecnologias similares. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies