fbpx
Início Artigos Componentes inadequados comprometem a segurança dos dados no ecossistema de IoT

Componentes inadequados comprometem a segurança dos dados no ecossistema de IoT

Por Marcus Vinicius Rocha
0 comentário

A Internet das Coisas (IoT) é o ecossistema tecnológico mais popular na era da transformação digital, conectando tudo a internet. Ela é a principal tecnologia por trás dos revolucionários carros autônomos, das casas e cidades inteligentes. O número de dispositivos conectáveis cresce a cada ano. Estima-se que muito em breve teremos 30 bilhões de dispositivos IoT.

Sua popularização se deve principalmente pelos inúmeros benefícios atribuídos ao ecossistema, como: comunicação eficaz entre dispositivos, automatização, redução de custos, otimização do tempo, etc. No entanto, com inúmeros dispositivos coletando informações a todo o momento, o risco à segurança desses dados é iminente.

Incidentes recentes elevaram a desconfiança quanto a segurança de dispositivos IoT. E não é por menos. No primeiro semestre de 2019 a revista Forbes publicou dados de uma pesquisa sobre segurança digital, que divulgou cerca de 150 milhões de tentativas de ataques em pouco mais de um ano, originados de 4.642 endereços de IP distintos.

Outro relatório divulgado recentemente pela Risk Based Security indicou que durante os primeiros seis meses de 2019, ocorreu um total de 3.813 violações de segurança; isso é cerca de 20 por dia. À medida que mais empresas adotam a IoT surgirá uma série de novas vulnerabilidades de segurança. O aumento do risco pode ser atribuído a limitações do dispositivo e devido a oportunidades perdidas de aprimorar a segurança.

As causas para a quebra de segurança dos dados podem ser encontradas ainda na idealização e montagem dos dispositivos. Muitos fabricantes estão usando processadores baratos e de baixa capacidade para hardware de IoT. Estes componentes são incapazes de sustentar a carga adicional imposta pelas mais recentes técnicas de criptografia.

Isso resulta em uma perigosa falta de segurança para um ecossistema de IoT. Quando observada em bilhões ou trilhões de dispositivos, essa falta de preocupação com a segurança cria um cenário ideal para a abordagem de vírus e malware na rede.

Segundo o diretor de pesquisa de infraestrutura de TI da Bloor Research, Paul Bevan, para manter os custos baixos e os lucros mais altos, as empresas que estão criando sensores de IoT em pequena escala não estão usando componentes de hardware e benchmarking adequados para acomodar requisitos de criptografia de segurança poderosos. Essa atitude precisa mudar, caso contrário, o risco à exposição de ameaças online deve aumentar.

Um artigo publicado no portal IoT For All defende que determinar qual aspecto é mais determinante para inibir os riscos da segurança de dados no ecossistema de IoT é um grande desafio. A realidade é que, mesmo que os dispositivos estejam protegidos por defesas de perímetro de segurança cibernética tradicionais, como redes privadas virtuais (VPNs) ou firewalls, o número crescente de violações de dados indica que elas seriam igualmente vulneráveis.

Para especialistas do setor de segurança digital, a melhor maneira para superar estes desafios está no aumento da conscientização sobre os ataques cibernéticos nos desenvolvedores e fabricantes de IoT. É necessário incorporar padrões de segurança para que possam ser configurados antes, durante e após o desenvolvimento, permitindo assim, privacidade e integridade dos dados.

Nós já publicamos diversos artigos traduzidos da Internet Society sobre padrões e boas práticas de segurança para dispositivos de IoT, como o IoT Trust Framework®. Confira abaixo alguns desses artigos:

Referências: IoT For All, Forbes

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Você também pode gostar desses...

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceito", você concorda com o nosso uso dos cookies e tecnologias similares. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies