fbpx
ArtigosEm Destaque

Os veículos autônomos devem ser o setor automotivo que crescera mais rapidamente, com mais de 11 milhões de vendas até 2033

Não há dúvida de que profundas mudanças estão ocorrendo na indústria automotiva e agora, mais do que nunca, é crucial saber quais setores crescerão rapidamente nos próximos anos e a GlobalData, uma empresa líder de dados e análises, diz quais deles enfrentarão uma ameaça existencial.

Mike Vousden, analista automotivo da GlobalData, comentou: “o aumento simultâneo de veículos elétricos, direção autônoma, conectividade a bordo e mobilidade como serviço deixou os tradicionais fabricantes de equipamentos originais (OEMs) e fornecedores lutando para ajustar suas estratégias”.

A riqueza de previsões de componentes e setores da GlobalData aponta claramente para o setor de veículos autônomos como o de maior crescimento, com previsão de vendas de 11,26 milhões de unidades a uma saudável taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 76,09% até 2033. O crescimento mais rápido está previsto para veículos autônomos de nível 5, com CAGR de 73,30% até 2033, seguidos de perto por veículos autônomos nível 4 com 68,57%.

Vousden acrescentou: “Veículos autônomos usam uma infinidade de sensores para ‘ver’ o mundo ao seu redor. Os fabricantes de componentes que fornecem esses sistemas podem, sem surpresa, esperar também se beneficiar”.

A GlobalData prevê que os sistemas de visão de câmera de longo alcance terão um CAGR significativo de 68,49%, com sensores ultrassônicos próximos a 68,49% entre hoje e 2033.

Um crescimento significativo para instalações de motores com turbo compressores e E-turbos, como visto nos modelos Audi SQ7 e Mercedes-AMG 53, também é previsto pela GlobalData. Vousden observou que, “enquanto nós apenas prevemos modestos volumes de mercado de cerca de 4,4 milhões no período até 2033, isso ainda equivale a um CAGR de 49,21%”.

No outro extremo estão setores que provavelmente verão um declínio no futuro, e entre eles estão os faróis de xenônio de HID, com uma previsão de CAGR para 2033 de -23,69%. Esta tecnologia só chegou a uma eminência relativamente recente, como uma alternativa prêmio à lâmpada de halogênio nos anos 2.000, mas o custo decrescente dos LEDs e as suas vantagens de eficiência estão a ver os de xenônio cair rapidamente em desuso.

Outra tecnologia que se aproxima da obsolescência é o freio a tambor. Embora tenham sido substituídos por freios a disco décadas atrás, o custo-benefício dos tambores significou que eles ainda viam altos níveis de montagem em carros compactos e acessíveis. No entanto, à medida que os freios a disco chegam aos carros mais baratos, a GlobalData prevê um CAGR para 2033 de -7,34% para o humilde freio a tambor.

Vousden concluiu: “Apostar na tecnologia certa pode ser uma questão de vida ou morte para os fornecedores. Estes números mostram os setores que provavelmente verão o maior crescimento nos próximos anos. Os fornecedores devem construir suas estratégias para garantir que façam peças que estarão em alta demanda nos anos vindouros”.

Associado da ABINC tem como benefícios:

+ Preços promocionais nos eventos da associação;

+ Ter acesso às demandas e necessidades de IOT do mercado (empresas e governo);

+ Networking com todo o ecossistema de IOT ABINC;

+ Ter seus casos de sucesso em IOT divulgados para todo o mercado.

Quanto maior for a nossa comunidade, mais forte e representativo será o nosso setor. Participe!

Clique aqui e saiba mais.

Fonte: GlobalData

Tags
Mais