Artigos

Tecnologia e gestão industrial: 5 tendências das fabricas mais inteligentes

02/04/2019

• 1 min de leitura

O desenvolvimento digital na indústria ainda é um dos grandes desafios a serem superandos pelas organizações ainda em 2019. Em um mercado acirrado e exigente, a eficiência é essencial para conquistar os consumidores e elevar a produção industrial.

Muitas empresas têm apostado em iniciativas digitais para aperfeiçoar os resultados do seu trabalho, desde a análise de big data, uso de inteligência artificial e impressão 3D. No entanto, os ganhos operacionais podem estar muito abaixo do que se espera da Indústria 4.0.

Pesquisas do Fórum Econômico Mundial identificaram que mais de 70% das empresas que investem em tecnologia não são capazes de superar a fase de testes. Por outro lado, as corporações que foram capazes de explorar as estratégias digitais com sucesso obtiveram elevação entre 20% a 50% no desempenho.

O Fórum identificou nove das melhores fábricas do mundo, selecionadas em um estudo realizado com mais de mil empresas. A pesquisa teve como base o impacto financeiro e operacional a partir da implementação bem sucedida das tecnologias da 4ª Revolução Industrial.

Em comum, as fábricas chamadas de “faróis” possuem equipes ágeis com conhecimento de domínio, análise, IoT e desenvolvimento de software. Nelas foram implementadas uma plataforma comum de dados / IoT e até 15 casos de uso já em ação. Eles estão pensando em escala e são ágeis.

Diferente das previsões apocalípticas, o uso das novas tecnologias e da robotização na Indústria 4.0 tem como objetivo melhorar a produtividade das empresas, criando ambientes de trabalho mais seguros, sem deixar de lado as pessoas e a sustentabilidade.

Com base no relatório do Fórum Econômico Mundial, a Internet of Business, publicou um guia para a Indústria 4.0 em 2019. Destacamos 5 pontos importantes:

1) Cobots

Segundo o Fórum Econômico Mundial as corporações que investem em inovações digitais e na robótica para que os funcionários possam melhorar a sua produtividade terão mais sucesso que as empresas que pensam apenas em substituir a mão de obra humana.

Estima-se que inteligência artificial (IA), a robótica e a automação abrirão 58 milhões de novos postos de trabalho até 2022. A tecnologia terá grande impacto na sociedade, já que, apesar do ganho líquido no número total empregos, muitos postos serão perdidos.

As mudanças exigirão investimentos de empresas e governos na capacitação e qualificação da mão de obra. Nas fábricas, os funcionários precisarão passar por treinamentos para que possam trabalhar ao lado dos “cobots”, robôs autônomos que contribuem para melhorar o desempenho dos humanos.

A empresas também deverão incentivar os funcionários a buscar centros de qualificação técnica para aperfeiçoar as habilidades de trabalho. E caberá aos governos, com a parceria do setor privado, investir em centros de formação profissional para atender a demanda da indústria e da sociedade, que pode ficar às margens do desenvolvimento.

2) Robótica de nuvem

As inovações na robótica estão permitindo que usuários finais possam personalizar e otimizar as soluções da tecnologia para a sua própria necessidade, tornado obsoleto o sistema de controle de proprietário.

Com a robótica nas nuvens, forças de trabalho globais estão mais flexíveis e eficientes, permitindo que os robôs posam ser controlados remotamente em qualquer lugar do mundo.

Ainda nos próximos dois anos, espera-se que o controle de voz por assistente de IA, sejam capazes de processar a linguagem natural. As inovações na assistência por voz mudarão completamente as relações de consumo e as estratégias de vendas.

3) Serviço de robótica

Algumas empresas estudam maneiras diferentes para tornar os robôs mais acessíveis para a indústria. De modo geral, ao invés de fazer um grande investimento na compra de robôs, será possível apenas alugá-los, de acordo com a sua necessidade.

O conceito de robótica como serviço está ganhando espaço na indústria e na logística. Além do custo reduzido, o cliente obtém mais facilidade para poder atualizar os robôs de sua fábrica à medida que surgem outros atualizados para atender a demanda de trabalho.

4) Gêmeos digitais

Um gêmeo digital é uma representação virtual de um sistema do mundo real. Uma fábrica pode, por exemplo, criar um gêmeo digital da linha de produção e aplicar simulações de vários processos nessa criação.

Dessa forma é possível prever problemas antes que eles aconteçam. Com as simulações também é possível melhorar a eficiência da cadeia produtiva, aumentando a produtividade da empresa.

Quando combinados com sensores que monitoram temperatura, pressão, rotação e outros fatores críticos, os trabalhadores podem evitar problemas de maneira mais eficaz e reagir mais rapidamente – geralmente graças a alertas enviados a dispositivos móveis.

5) Segurança cibernética

Uma pesquisa da Cyber Security revelou que as ameaças de um ataque cibernético está impedindo os fabricantes de investir em tecnologias digitais. A insegurança é justificada, já que 48% os fabricantes do Reino Unido foram vítimas de um ataque cibernético. 12% dos fabricantes sequer têm medidas implementadas para mitigar as ameaças cibernéticas.

Ainda segundo o relatório, o governo tem trabalhado para melhorar a segurança cibernética nacional, no entanto, nenhuma prioridade foi dada às necessidades específicas da indústria.

59% dos fabricantes relatam que já foram solicitados por seus clientes a comprovar suas medidas de segurança cibernética. Coube ao setor buscar meios para assegurar e garantir a eficiência de seus processos.

Espera-se que em 2019 a indústria invista ainda mais para garantir que as inovações digitais sejam mais seguras e atualizadas regularmente contra ameaças de segurança digital.

Associado da ABINC tem como benefícios:

+ Preços promocionais nos eventos da associação;

+ Ter acesso às demandas e necessidades de IOT do mercado (empresas e governo);

+ Networking com todo o ecossistema de IOT ABINC;

+ Ter seus casos de sucesso em IOT divulgados para todo o mercado.

Quanto maior for a nossa comunidade, mais forte e representativo será o nosso setor. Participe!

Clique aqui e saiba mais.

Referências: Internet of Business, CIO

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Últimas Publicações

PREENCHA O
FORMULÁRIO

Como um associado ABINC, a sua marca estará associada ao cenário de IOT e sua empresa terá acesso a benefícios exclusivos além de uma biblioteca digital para seu time evoluir ainda mais.

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DE CADA PLANO

BENEFÍCIOS ONLINEFULL
SERVICE
POWER
SERVICE
BUSINESS
SERVICE
BASIC
SERVICE
STARTUP
Banner - Seções em abas do site da ABINC (período de 12 meses)
Banner - Seções no site da ABINC (período de 12 meses)
Banner - Seções no site da ABINC (período de 12 meses)
Speaker Evento ONLINE - Webinar (indicação cliente ou colaborador)31
Logotipo no "Webinar Online"
Logotipo em certificados dos eventos ABINC
Newsletter personalizada (período de 12 meses)64322
Área exclusiva do patrocinador no Hotsite do evento com logotipo
Mailing dos inscritos (todos eventos) ou pontual
Email marketing eventos ABINC/ Convites digitais
Artigo no Hotsite ABINC (não comercial pre aprovado pela ABINC)321
Exposição Logomarca ABINC em Apresentação Comercial (Selo Associado ABINC)
Inclusão Seção Parceiros
Desconto promocionais em workshops, congressos e eventos que constam a ABINC como entidade apoiadora
Acesso material digital da Biblioteca
Logotipo proporcional na tela de proteção eventos
BENEFÍCIOS OFFLINE
Backdrop credencial/eventos
Logotipo em certicados dos eventos ABINC
Material impresso eventos
Brindes eventos
Direito a convites para os eventos ABINC
Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Política de Privacidade.
X