Baterias Moura lança produto pioneiro para medir o uso de baterias tracionarias usando Internet das Coisas via rede Sigfox da WND Brasil

A Baterias Moura lançou no Salão Internacional da Logística Integrada – Movimat 2019 seu novo produto MOURA CONNECT. Pioneiro no mercado, permite a conexão inteligente entre baterias tracionarias e o usuário, sendo capaz de entregar relatórios de performance e funcionamento, além de permitir o acompanhamento remoto e em tempo real de todas as baterias. Este serviço inovador conta com a parceria da Moura com a WND (empresa associada ABINC), onde a WND oferece rede nacional Sigfox (empresa parceira da ABINC) exclusivamente voltada para a Internet das Coisas.

A aplicação do Moura Connect pode ser realizada em baterias que são usadas em empilhadeiras, assim como em outras máquinas elétricas. Clientes interessados neste novo serviço receberão as baterias de fábrica com os sensores, ou terão os sensores adicionados às baterias já existentes.

O Moura Connect foi desenvolvido a partir de Design Thinking, para entregar uma melhor solução para o monitoramento e estado das baterias, com funcionalidade e linguagem acessível. Seu objetivo é garantir a continuidade da operação das máquinas através desse acompanhamento permitindo uma manutenção preventiva e corretiva através do diagnóstico remoto dos status da bateria. Será um serviço oferecido por sua rede especializada em baterias industriais (RSM) em todo o território nacional.

“O Moura Connect mostra que o Grupo Moura está preparado para ser a empresa brasileira com as tecnologias mais avançadas para fornecer ao mercado todas as alternativas em acumulação de energia. E vem desenvolvendo soluções para trazer cada vez mais produtividade e inovação para seus clientes”, declara Carlos Pessoa, gerente geral da RSM.

José Almeida, CTO da WND, diz que a iniciativa da Moura mostra que o mercado Brasileiro está maduro para o uso de soluções IoT que entregam valor adicionado aos clientes de seus parceiros e que a rede nacional da WND viabiliza estas iniciativas.

O produto é revolucionário para o mercado de baterias designadas para sua vertente de atuação. Seu lançamento ocorreu na MOVIMAT 2019, importante evento que reúne os principais compradores da indústria e dos setores de Distribuição, Atacado, Varejo e Comércio Eletrônico.

SOBRE O GRUPO MOURA

Líder de mercado na América do Sul, o Grupo Moura nasceu em 1957, na cidade de Belo Jardim, em Pernambuco, concretizando o sonho dos visionários empreendedores Edson Mororó Moura e sua esposa, Conceição Moura. Voltada inicialmente para o ramo automotivo, a Moura ampliou a sua atuação para outros segmentos, produzindo, hoje, baterias e sistemas de acumulação de energia para as mais diversas aplicações, como motos, barcos, empilhadeiras, nobreaks, metrôs, trens, estações de telefonia, sistemas de armazenagem, entre outros. Contando com sete plantas industriais – seis no Brasil e uma na Argentina – fábrica cerca de 10 milhões de baterias por ano e conta com cerca de 6.000 colaboradores. O Grupo Moura está preparado para ser a empresa brasileira com as tecnologias mais avançadas para eletrificação veicular.

HT Micron lançou o primeiro chip nacional para Internet das Coisas protocolado via Sigfox durante evento em São Paulo

A empresa HT Micron, parceira estratégica da WND Brasil (empresa associada da ABINC), lançou o primeiro chip nacional no formato SiP (System in a Package) com protocolo Sigfox e conectividade WND Brasil durante o evento Futurecom 2019. A feira ocorreu ao longo dos dias 28, 29, 30 e 31 de outubro no São Paulo Expo e foi o maior evento de transformação digital da América Latina.

A habilitação do chip iMCP HT32SX via protocolo Sigfox (que é uma empresa parceira da ABINC) o torna o primeiro exemplar da 3ª geração de chips para Sigfox e, ainda, fornece aos usuários da tecnologia mais uma forma de se beneficiar com a cobertura nacional da WND. O chip foi projetado por brasileiros e também produzido no país.

Segundo José Almeida, CTO da WND Brasil, “o lançamento do chip da HT Micron prova a natureza aberta do protocolo Sigfox e traz aos usuários mais uma forma de se beneficiar da cobertura nacional da rede da WND com tecnologia Sigfox. A nossa rede já está presente em 260 cidades do país, incluindo todas as capitais e continuará crescendo continuamente até cobrir 90% da população brasileira. As capacidades do chip da HT Micron permitem um novo nível de funcionalidade e preço baixo para os produtos e serviços dos nossos clientes e adicionalmente expande seu mercado além do Brasil para qualquer um dos 60 países onde já há rede Sigfox.”

Já Chris Ryu, CEO da HT Micron, ressaltou como a proximidade com o campus da Unisinos e a ligação da empresa com a universidade foram essenciais para o desenvolvimento do projeto. “A HT Micron está muito orgulhosa por poder contribuir para o ecossistema brasileiro de semicondutores por dez anos, ajudando nossos clientes a construírem produtos de excelente qualidade. O lançamento do SiP, totalmente desenvolvido no Brasil pela nossa equipe de P&D, é um grande símbolo do nosso compromisso com a inovação”, mencionou.

O chip iMCP HT32SX tem as seguintes características:

  1. Potência de até 24 dBm, o que permite a utilização máxima da cobertura;
  2. Capacidade de operar em todos os países onde houver Sigfox, com mudança automática de um país para o outro através da tecnologia Monarch da Sigfox;
  3. Espaço para aplicações do usuário no próprio chip, possibilitando uma solução completa sem chips adicionais.

Para mais informações, contate:

Sobre a SIGFOX / Rede Sigfox: https://www.wndgroup.io/contactus/
Sobre o iMCP HT32SX: http://www.htmicron.com.br/contato.html